EVENTOS

Fusões, concorrência e negócios em tempos de Super CADE

Inscrição

Para realizar sua inscrição faça login clicando no botão abaixo.

Fusões, concorrência e negócios em tempos de Super CADE

PPPs

Informações

Data
20 e 21 de agosto de 2013

Local
Paulista Wall Street Hotel
Rua Itapeva, 636 – Bela Vista
São Paulo – SP

Inscrições

(11) 3751.3430 – SP
0800.177707 – demais localidades
Fax: (11) 3751-3468

On-line – Clicando aqui!


atendimento@internews.jor.br
Informe seu nome, cargo,
empresa, endereço, telefone, fax

Investimento

R$ 3.480,00 para inscrições pagas até o dia 8 de agosto de 2013

R$ 3.690,00 para inscrições pagas após o dia 8 de agosto de 2013

Os pagamentos podem ser feitos por boleto, depósito bancário ou por cartão de crédito

Estão inclusos os custos de material, coffee break, almoço e estacionamento

Apoio

acionista.com.br

LogoIBRAC2012A20anos

 

 

20 e 21 de agosto de 2013

As significativas mudanças trazidas com a reestruturação do CADE atraem hoje a atenção dos empresários e executivos brasileiros e estão afetando até mesmo aqueles que não têm fusões ou aquisições no seu horizonte. Após um ano de vigência da nova Lei Antitruste (12.529/11), o CADE tem mostrado eficiência e agilidade, o que rendeu recentemente à autarquia inéditas quatro estrelas no ranking da “Global Competition Review”, revista britânica especializada em defesa da concorrência.

A principal mudança foi a necessidade de aprovação prévia das fusões, o que exige das empresas envolvidas em negócios deste tipo novos procedimentos, levando em conta o chamado “risco CADE” e preparando estudos específicos, como a Análise de Risco Concorrencial.

As mudanças também precipitaram uma postura mais proativa do órgão no combate aos cartéis. A alta de mais de quatro vezes nos julgamentos e condenações, a elevação dos valores das multas e as declarações dos representantes do CADE têm mostrado que o foco da autarquia federal é investigar condutas anticompetitivas nos setores mais importantes da economia. E esse cenário deve se acentuar com a anunciada contratação de 50 novos funcionários até o fim deste ano, do total de 200 prometidos com a nova lei, que devem chegar em breve.

O CADE tem inovado também ao aplicar sanções a empresas terceiras, aquelas que, apesar de não estarem envolvidas com fusões e aquisições, são acionadas para colaborar compulsoriamente com as investigações no setor onde atuam. Exemplos recentes envolvem as aéreas Azul e Trip e o Grupo Anhanguera, que receberam multas de R$ 3,5 milhões e R$ 2 milhões por omissão de informações solicitadas. O total de multas deste tipo nos últimos 12 meses foi de R$ 170 milhões.

Participe deste Seminário InterNews e aprenda a se proteger de multas milionárias e a avaliar as possibilidades de participar de fusões e aquisições com segurança dentro dessa nova realidade. Descubra quais procedimentos mudaram. Saiba como elaborar documentos, como prever as possibilidades de aprovação de negócios pelo CADE e des

Inscritos

NOMEINSTITUIÇÃO

Total de participantes: 0

Já tenho cadastro

Cadastre-se